Foto: Jonathan Cordova ® 2013. Todos os direitos reservados.

Onde morar em Vancouver?

Foto: Jonathan Cordova ® 2013. Todos os direitos reservados.

Texto: Mario Duarte / Fotos: Jonathan Cordova

Vancouver é uma cidade que contradiz o senso comum quando se pensa na relação entre geografia e moradia. Nos grandes centros os fatores geográficos da cidade influenciam nos preços do setor imobiliário, como no Rio de Janeiro, com preços maiores em áreas perto do mar, ou em São Paulo, com a separação entre áreas mais caras e a periferia.

Em Vancouver, uma cidade com praias e montanhas lado a lado, encontrar uma moradia nem sempre segue essa regra geográfica. Com transporte público e vias urbanas suficientes para a demanda que possui, é possível encontrar opções opostas de preço, estrutura e qualidade no mesmo bairro e na mesma rua.

Visão do Waterfront de Vancouver. Foto: Jonathan Cordova

Visão do Waterfront de Vancouver. Foto: Jonathan Cordova ® 2013. Todos os direitos reservados.

Para os turistas a cidade oferece uma rede hoteleira ampla, onde é possível encontrar várias opções para todos os gostos e bolsos, sejam albergues, hotéis 5 estrelas ou até resorts com casinos. Uma opção diferente para turistas é o aluguel de apartamentos e casas mobiliados, com aquecimento, luz, água, TV a cabo e internet inclusos no preço do aluguel.

Para os intercambistas uma das práticas mais comuns de moradia é o homestay, onde o aluno fica hospedado com uma família canadense, determinada quase sempre pela escola na qual vai estudar. Essa forma de moradia mantém o aluno em um ambiente familiar e também promove uma prática maior do idioma inglês fora da escola, aumentando assim a idéia de aprendizado por imersão na cultura estrangeira.

Nas universidades como a UBC – University of British Columbia – o aluno pode morar nos prédios residenciais dentro do campus, o que torna a vida acadêmica bem mais fácil. Cada universidade possui suas regras e opções de moradias estudantis, sendo que algumas até oferecem moradias fora do campus.

Rua residencial de Vancouver na primavera. Foto: Jonathan Cordova

Rua residencial de Vancouver na primavera. Foto: Jonathan Cordova ® 2013. Todos os direitos reservados.

No entanto, muitos encaram o aluguel como a melhor forma de moradia na cidade, onde você consegue ter mais independência das regras e costumes do homestay, hotéis e dormitórios estudantis. Para se alugar um imóvel em Vancouver o brasileiro precisa mostrar garantias financeiras e o visto que comprova seu status e tempo de permanência no país.

Para os imigrantes que trazem a vida do Brasil para o Canadá, a questão mais complicada é sempre a decisão de se comprar um imóvel na cidade. Vale a pena se desfazer de um imóvel no Brasil, transferir o dinheiro para o Canadá e fazer novamente todo o processo no novo país? Ou é melhor deixar seu imóvel rendendo enquanto fica alugado? Essa questão tem muitos diferenciais, mas para se ter uma base das diferenças de mercados, a cidade de Vancouver apresenta um custo de vida semelhando ao de São Paulo, onde o mercado imobiliário vêm crescendo nos últimos 10 anos.

Com tudo isso dito, do hotel ao imóvel próprio, fiquem ligados para novas matérias cobrindo mais detalhadamente cada opção de estadia na cidade de Vancouver.

One Comment

  1. lista de emails says:

    i always learn something new from your post!

Leave a Comment